Publicidade

Publicidade
02/04/2009 - 19:39

Nova (?) Revista de Games nas Bancas

Compartilhe: Twitter

Falam de crise mundial, corte de gastos, decadência do meio impresso, mas ta aí – mais uma revista de games nas bancas. O nome é OLD! Gamer é da Editora Europa e é focada, como o nome entrega, em games antigos. O slogan é sugestivo: “jogos clássicos, diversão eterna” A primeira edição está prevista para maio e, em princípio, com periodicidade bimestral. Conversei com os dois editores da publicação, Fabio Santana e Humberto Martinez, que revelaram mais sobre o projeto. 

Gamer.br: Primeiro, sei que vocês têm essa idéia de fazer uma revista sobre nostalgia há um bom tempo. Como conseguiram convencer a editora a bancar a idéia?
Humberto Martinez:
O núcleo de games da Editora Europa está ganhando força há muito tempo com revistas que cobrem as áreas mais necessárias do mercado de games (Dicas & Truques para PlayStation, N-Gamer, Revista Oficial do XBox 360 e GameMaster). O conhecimento que acumulamos com estas revistas sobre o público e mercado brasileiro nos deu segurança para investir em projetos menos óbvios, mas que temos certeza de que de que preencherá uma lacuna no mercado editorial gamer. É apenas o começo de muitas surpresas. Só para complementar, é importante ressaltar que a Europa é uma empresa que dá um nível enorme de liberdade criativa aos funcionários. Com isso, muitos projetos que nascem como idéias pessoais, sonhos de jogador mesmo, têm espaço para ganhar vida; desde que comprovado, de forma séria e profissional, de que há um motivo e necessidade para ele. E se você juntar a liberdade que a empresa oferece com a equipe gigante de profissionais experientes e determinados que contamos, fica difícil encontrar barreiras para realizar grandes desafios.

Qual a intenção da publicação? Para quem ela se dirige, o que ela irá apresentar, por que ela é importante?
Fabio Santana:
A OLD! Gamer é uma revista para caras como nós, na casa dos 20 e tantos, 30 e poucos anos, que cresceram jogando games e continuam curtindo a paixão. E acho que paixão é aqui a palavra-chave, pois como o Humberto disse, a projeto nasceu de um gosto da equipe por retro gaming. A idéia é brincar com a nostalgia, abordando não só os grandes títulos que jogamos, como também todo o contexto da época.
Para isso, meio que já montamos uma biblioteca com revistas antigas, para pegar referências e informações de época. Não queremos ficar limitados a pautas manjadas e conteúdo de internet. Todos estão muito envolvidos, muito empolgados e muito inspirados com o projeto, então coisas novas surgem a todo momento e a gente vai lapidando as idéias.
E dedicar uma revista inteira ao assunto é uma necessidade que está aí. Apesar de todo ser humano tender à nostalgia, jogos antigos são apenas uma pequena parte das revistas atuais, então ter um produto segmentado foi uma decisão natural. Assim, dá para falar mais de perto com esse público vasto que estava até agora não-atendido.

O que podemos esperar do conteúdo? Que tipo de matérias a revista terá? Como uma revista focada em nostalgia pode se sobressair em relação ao que se encontra na internet?
FS:
A idéia é partir da vivência pessoal de cada membro envolvido no projeto, somar as experiências e complementar com um bom trabalho de pesquisa, nunca confiando apenas na memória. A biblioteca que montamos e estamos expandindo é parte da ação para capturar o real sentido histórico do assunto. Com essa referência, podemos voltar no tempo e consultar registros sobre a expectativa de um jogo na época, ou as reações que causou, para resgatar esse contexto e analisá-lo sob a ótica contemporânea – não serão raras as citações diretas de textos já publicados em revistas antigas. Comentários de produtores na época também serão frequentes, procurando recuperar suas idéias no conceito original.

HM: A OLD!Gamer, obviamente, busca alimentar a sede nostálgica em todas as suas necessidades. A idéia é oferecer desde reportagens sérias e minuciosas, como dossiês completos sobre jogos e suas plataformas (consoles, arcades, portáteis e computadores) e análises de momentos históricos; até pautas mais focadas em curiosidades e diversão (afinal, não temos como falar de YO! Noid sem uma grande dose de bom-humor). Cada aspecto dos jogos nos interessam: design de personagens e cenários, informações de bastidores, progressos e fracassos, personalidades envolvidas…
A propósito, este último elemento, a figura humana que faz a história, é outro de nossos focos para oferecer conteúdo único, já que estamos indo atrás dos profissionais que participaram dos processos criativos e têm sempre algo novo a acrescentar. Vale ressaltar que a
não busca o passado apenas no passado, mas também em quem pode acrescentar novas revelações sobre os assuntos que abordamos. Por isso, teremos entrevistas atuais com personalidades como Segata Sanshiro, por exemplo, com que batemos um papo bem divertido para a edição de estréia.

Quando sai? Quanto custa? Tem anunciantes?
FS:
Estamos trabalhando a todo vapor para lançar a revista em maio, ainda na primeira quinzena. Inicialmente, a OLD!Gamer será bimestral, mas há possibilidade de se tornar mensal, só dependendo da demanda. O preço ainda não está definido, mas posso adiantar que será um produto de luxo, dedicado a colecionadores exigentes, com 100 páginas, lombada quadrada, impressa em papel de qualidade e tudo mais. A respeito dos anunciantes, este é um caso peculiar em que o produto nasceu não viabilizado pela publicidade, mas pura e simplesmente pelo pioneirismo da idéia, pela qualidade do material e pelo potencial de mercado.

Quem vai colaborar/escrever? Estão aceitando sugestões de pautas, colaboradores ou contribuições em geral?
HM:
Há uma equipe central dedicada à OLD!Gamer, composta por: Ammer Houchaimi, André Forte, Fábio Santana, Gilsomar Livramento e eu (isso no campo editorial). Além disso, há envolvimento espontâneo do núcleo de games da editora e há muitos colaboradores vitais ao processo (Marcus Garrett, Douglas Vieira e outros). Por ser uma revista dedicada pela paixão, sempre buscamos ajuda de pessoas que… tenham vivido mais intensamente o assunto tratado e também aceitamos sugestões. Aliás, já recebemos muitas.

Em uma época tão complexa para o jornalismo impresso, revistas gringas fechando as portas, perspectivas obscuras… vocês vão lá e investem em uma nova revista. Como conseguem? Então há luz no fim do túnel?
HM:
Sinceramente, apesar do panorama nacional (e mundial), o núcleo de games da Editora Europa vai muito bem e só cresceu nos últimos anos. Todas as nossas publicações tem conseguindo (seja pela boa administração ou pelo empenho geral; talvez pelos dois motivos) crescer e gerar novas oportunidades. Projetos como os livros “Os 100 Melhores Jogos” e “A Arte dos Videogames” esgotaram em pouco tempo e só provam que existe um bom mercado consumidor para o segmento, desde que saiba como conquistá-lo.

FS: Óbvio que, no final das contas, isso tudo é um negócio e temos a responsabilidade de torná-lo rentável. E é justamente porquê os produtos do núcleo de games da Editora Europa têm sido bem-sucedidos que somos incentivados a ter idéias como a OLD!Gamer e outras novidades que estão por vir. Nossa revista de jogos retrô é o primeiro produto nascido da iniciativa Gamers Heaven, uma espécie de grife que pretende agregar as marcas de games da editora e possibilitar uma série de outros projetos, tanto no meio impresso quanto na frente digital. No grande plano, diversas coisas que deram certo no passado estão permitindo as expansões presentes, e tudo o que está acontecendo agora deve viabilizar os elaborados projetos vindouros. É uma espiral ascendente movida por responsabilidade, paixão e confiança no mercado.

***

Enquanto isso, surge a notícia de que a revista SET, especializada em cinema e DVD (e para a qual eu escrevi durante alguns anos sobre games e outros temas), foi cancelada pela editora Peixes. Mais sobre isso logo mais.

Autor: - Categoria(s): Tudo ao mesmo tempo Tags: , , ,

Ver todas as notas

37 comentários para “Nova (?) Revista de Games nas Bancas”

  1. Gus disse:

    Eu falhei totalmente escrever aquele livro sobre MK, será que uma matéria pra OLD! Gamer eu consigo? hehehehe

    Estou louco pra ler a primeira edição assim que ela sair do “forno”.

  2. Ricardo Zanini disse:

    Só sucesso esse corpo editorial. Torço muito para que dê certo, mas não abusem dos preços para não afastar a galera. =]

    Pablo, te vi no GameWorld e fiquei com raiva, meu número era 30812.

  3. Alexandre Soares disse:

    A compra e certa, ainda mais sob o comando do Fabão, qualidade com certeza. Espero que realmente vire um periódico. Ainda mais com os consoles vendendo jogos antigos, grande sacada, tem tudo pra dar certo, da até pra fazer preview do que vai ser lançado no Virtual Console, Live e PSN. Doido.

    Só vejo um problema no projeto…….. é só ser lançada em maio????? tinha que estar nas bancas amanhã.

    Imagino que o preço vá ser 14,90.

  4. Moisés Benicio disse:

    Notícia do ano!!!

  5. Arrá, agora descobri por que o Fabão tava sumido nos últimos tempos! Com certeza essa revista vai fazer o maior sucesso. Já tô esperando o lançamento pra garantir a minha! =D

  6. Cesar Martins disse:

    Isso era tudo o que eu queria ver nas bancas! Demais!
    Essa capa (não sei se é confirmado que será essa) da primeira edição é genial!

    Certeza que vou economizar o dinheiro do almoço pra comprar. =D

  7. […] Para saber mais do projeto, visite o blog do meu camarada Pablo Myazawa! […]

  8. Victor disse:

    Perfeito, nao vejo a hora pra poder companhar essa revista 😀

  9. Pedro disse:

    Revista show! Tá comprada!

  10. Alessandro disse:

    Oba!
    Mais um que não vê a hora de comprar e ler…

  11. Kadu Araujo disse:

    Genial, absolutamente genial. Estava comentando com o Spencer sobre a nostalgia q dá ao ler as revistas q “compramos” no Retro Game Challenge do DS e como eu tenho saudade destas publicações (onde os detonados do megaman não passavam de tiras de fotos “panorâmicas” do monitor tiradas toscamente, e editadas no mspaint rsrsrs), aí vc me vêm com essa notícia maravilhosa. Definitivamente a mistura oldschool / Fabio Santana não tem como dar errado! Abraço!

  12. […] em títulos retrô, batizada OLD! Gamer. O japonês voador Pablo Miyazawa postou em seu blog um bate-papo com os editores da revista tão senis quanto os próprios jogos – Fabio Santana e Humberto […]

  13. Rafael disse:

    Espero que o preço não seja abusivo, estou pensando em comprar também.
    Aguardo o lancamento pra fazer criticas :)

    Abraços

  14. Caracas, que projeto bacana! Nem tava sabendo…
    Parabéns Fabão e Martinez. 😉
    Comprarei assim que sair.

  15. ecesar disse:

    Noticia insperada e muito bem vinda. Comprarei. Ate hoje sou um grande consumidor de material sobre retrogames. Ah, ha cerca de 01 mes comprei meu primeiro NES (na época, eu tinha o clone nacional, o Phantom System).

  16. rodinei disse:

    e tinha q ser da editora europa os cara la sao feras demais n tem p ngm

  17. […] Miyazawa entrevistou Fabio Santana e Humberto Martinez, os editores da OLD!Gamer. Na entrevista os dois revelam entre outras coisas que a primeira […]

  18. Uriel disse:

    Lembro de algum tempo atras (2008) ter enviado um email a Editora Eurpa sugerindo uma revista sobre jogos antigos, com alguns exemplos existentes lá fora, como a Pix’n Love (http://editionspixnlove.fr/) e RetroGame (http://www.retrogame-mag.com). Enfim, temos a nossa!
    Fiquem certo que serei um colecionador desta revista, ok.
    Parabéns!

  19. […] Miyazawa, do Gamer.BR, postou um bate-papo bem legal com os editores da revista Fabio Santana e Humberto Martinez, que vale a pena ser […]

  20. […] em jogos antigos. Segundo entrevista que Humberto Martinez (um dos editores da revista) deu ao blog Gamer.br : A OLD!Gamer, obviamente, busca alimentar a sede nostálgica em todas as suas necessidades. A […]

  21. bau de jogos disse:

    cof! gasp!

    it is a consacrated cock!

  22. Adney Luís disse:

    Simplesmente uma ótima notícia!! Como um retrogamer assumido (além de ter convivido essa época, como vocês podem ver no meu querido, mas um pouco abandonado, blog), essa revista será compra certa. Ainda mais com o Fabão na edição!!!

  23. Xander disse:

    Puxa.. essa foi demais mesmo! Eu sonhava com uma publicação dessas, mas achava inviável. Mas agora já estou ansioso… e se aceitarem um colaborador, cá estou!!!

  24. Luciano Spinola disse:

    Sem duvida é uma grande notícia, a revista será muito bem vinda. Espero que o preço não seja muito salgado.

  25. Rafael Pegoraro Soares disse:

    Já era hora de ter-mos uma publicação retro de games…
    Mal posso esperar pra comprar… o/

  26. Gabriel disse:

    Olha, que beleza, uma ótima pedida pra mim, que sou entusiasta da era 16-bit! =D

    Quando sair eu espero que chegue aqui nas bancas de Vitória. o/

  27. rodinei disse:

    direto da genesis

  28. Márcio Fraga disse:

    Nunca vi uma revista de games que aborde de forma clara, completa e objetiva o uso de emuladores e a compatibilidade dos jogos com os mesmos!

    Essa nova revista parece ser o espaço ideal para isso!

  29. Uehara disse:

    Só a entrevista com o Segata Sanshiro já vale a compra!

  30. HellSing disse:

    Play Station é como ir ao cinema: O filme pode ser bom, mas dificilmente você assistiria de novo.

    Já o Mega-Drive é que nem sexo: Você sempre quer mais.

  31. […] alterações de layout até o lançamento, em maio. O preço não está definido também, mas em entrevista a Pablo Miyazawa, Fábio Santana disse que “O preço ainda não está definido, mas posso adiantar que será um produto de luxo, […]

  32. […] Para quem quer mais detalhes, o blog Gamer.BR entrevistou os editores, bem aqui. […]

  33. Luciano disse:

    Estou esperandoe sta revista sair para eu comprar!!!!

  34. […] Miyazawa entrevistou Fabio Santana e Humberto Martinez, os editores da OLD!Gamer. Na entrevista os dois revelam entre outras coisas que a primeira […]

  35. […] variedad de sistemas clásicos estará presente en los contenidos de la revista. Si os interesa, podéis leeros la entrevista que le han hecho (en portugués) a los editores de la […]

  36. […] entrevista dada ao Pablo Miyazawa no GamerBR, Fábio Santana adiantou: O preço ainda não está definido, mas posso adiantar que será um […]

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo